HOME   INSTITUCIONAL   TV ISRAELITA   DOAÇÕES   CONTATE-NOS   AGENDA   APOIO A ISRAEL
AVISOS IMPORTANTES
  INSTITUCIONAL:
  QUEM SOMOS?ONDE ESTAMOS?NISTO CREMOSCONVERSÃOCADASTRE-SECONTRIBUIÇÕESMURAL MINISTERIALCADASTRO MINISTERIAL YESHIVAH
  ESTUDOS:
  ESTUDOSCURSO - TORÁ PARASHOTFESTASBÍBLIA ON LINE613 MITSVOTBENÇÃOS E REZASESTUDOS INFANTISBOLETIM OUVE ISRAELCÓDIGO JOVENSGLOSSÁRIO
  MULTIMÍDIA
  TV ISRAELITA - ONLINE YOUTUBE - PROGRAMA TV YOUTUBE - BASTIDORES RÁDIO - ONLINE  CURSO - TORÁ
  BANDA CINA - OFICIAL
  DIVERSOS
  LOJA ISRAELITACALENDÁRIO HEBREUGLOSSÁRIOCULINÁRIALINKS ÚTEIS
Você pode doar agora mesmo clicando no botão abaixo:

 



E S T U D O S
 

Quem são os Israelitas da Nova Aliança


Desconhecendo o único D-us verdadeiro, os povos criaram seus próprios deuses e mergulharam no paganismo e idolatria.

Naqueles remotos tempos surgiu um homem que temia ao Eterno, o patriarca Avraham (Abraão). Com ele foi estabelecido um pacto, uma aliança, e recebeu promessas, entre as quais a bênção sobre as nações ou gentios, que amassem Seu povo Israel:

"Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação ...Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra."(Gn 12:1-3)

"Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que D-us estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência, serão abençoadas todas as nações da terra." (At 3:25).

SÓ Israel é o Povo do Eterno!

Não vos teve o SENHOR afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, mas porque o SENHOR vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o SENHOR vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito." (Dt 7:6-8)

Uma Nova Aliança!

Como muitos dos israelitas não cumpriu sua parte, o Eterno falou-lhes de uma Nova Aliança, onde Israel e Judá O amariam de todo o coração e entendimento:

Jeremias 31:31-34: "Eis aí vêm dias, diz o SENHOR, em que firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme a aliança que fiz com seus pais...porquanto eles anularam a minha aliança, não obstante eu os haver desposado, diz o SENHOR. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Farei com que internalizem Minha Torá em todo o seu ser e a gravarei em seu coração; serei seu Deus e eles serão meu povo. (...) Pois perdoarei sua iniqüidade e não mais lembrarei seu pecado." (Texto das versões Almeida RA e Bíblia Hebraica).

a) Aliança mais profunda que a feita no Sinai;

b) Renovada com as casas de Israel e de Judá;

c) A Torah (Lei), internalizada (impressa) nos corações;

d) Serei seu D-us, eles Meu povo;

e) Conhecerão ao Eterno (pela Torah e o Espírito);

f ) O perdão dos seus pecados (mediante tevilah).

Yohanan (João, o batista) foi a ponte entre a primeira Aliança e a Nova. Foi a "Voz do que clama no deserto", o precursor do Mashiach (Messias) que pregou ao povo de Israel a teshuvah (arrependimento) e a tevilah (batismo, imersão em águas) para remissão dos pecados e uma nova vida de santificação diante do Eterno.

Yeshua é o Mashiach e mediador: "E a Yeshua, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel." (Hb 12:24)

Os israelitas batizados por Yohanan ou pelos apóstolos de Yeshua (Jesus), não mudaram de religião, nem abandonaram seu judaísmo. Para os indiferentes do nosso povo, uma nova seita estava surgindo, a exemplo das já existentes: fariseus, saduceus, etc.

Este povo também foi denominado como "Kehilah" (hb-congregação) ou (gr-ecclesia). Portanto, a Congregação de D-us foi formada dos israelitas naturais, que abraçaram a Nova Aliança e o Messias, e dos goim (gentios), convertidos posteriormente (Atos 10).

Paulo compara Israel com a Oliveira. Os israelitas naturais que não abraçaram a Nova Aliança e não aceitaram a Yeshua como o Messias, foram cortados da Oliveira. Os gentios que creram, anteriormente considerados oliveira brava ou zambujeiro, foram nesta enxertados, tornando-se igualmente israelitas (Rm 11).

Judeus e Gentios, um povo no Mashiach

A Kehilat Elohim (Congregação de D-us) não comporta apenas gentios enxertados na oliveira, como alguns pensam, mas também israelitas naturais que abraçaram a Nova Aliança e os gentios convertidos. É a continuidade de Israel. Formam um só povo no Messias.

Os israelitas naturais que rejeitaram a Yeshua é que foram endurecidos. Estes, ainda que povo de D-us pela aliança feita com Avraham, podem, no entanto, ser enxertados novamente na Oliveira ao abraçarem a Yeshua e a Nova Aliança.

Na vinda do Mashiach, de qualquer modo, o remanescente reconhecerá a Yeshua como o Mashiach.

Gentios convertidos são israelitas!

É impossível a um gentio, na condição de gentio, adorar ao Eterno e herdar as promessas bíblicas de Israel.

Rute, a moabita convertida, recusou separar-se de Noemi e de Israel e voltar ao seu antigo povo:"...onde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que tu pousares, pousarei eu: o teu povo será o meu povo, e o teu D-us o meu D-us." (Rute 1:16 - Trad. Brasileira)

Na primeira Aliança, ele tinha que unir-se ao povo escolhido, Israel, tornar-se como o natural da terra e estar sob as mesmas leis e ritos, para servir a Adonay. Sua iniciação dava-se por meio da circuncisão (Ex 12:43-49) Ver Ez 44:9; Nm 15:16.

Na Nova Aliança, ele não é mais sujeito à circuncisão física. Deve unir-se igualmente a Israel, enxertando-se no único povo do Eterno, através da tevilah (batismo) em nome de Yeshua HaMashiach (Jesus, o Messias).

Deve deixar os costumes dos goim (gentios), os falsos deuses e renunciar as religiões pagãs, o que inclui batismos e funções exercidas nestas religiões.

Os gentios convertidos, por meio da remissão no sangue de Yeshua, deixam de ser estrangeiros (goim), unem-se à Comunidade de Israel, a Kehilah, tornando-se descendentes de Abraão e herdeiros das promessas. Não há mais diferença (Gl 3:26-29) entre eles e os judeus:

"Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios na carne ...que, naquele tempo, estáveis sem o Mashiach, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem D-us no mundo. Mas, agora, no Mashiach Yeshua, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue do Mashiach chegastes perto."(Ef 2:11-13)

Detalhes da Nova Aliança

Os santos profetas demonstraram que esta Aliança manteria e até reforçaria a obediência da Torah (a lei) sendo ela escrita nos corações quebrantados, sensíveis.

O derramamento do Espírito Santo, previsto por Joel (Joel 2:28, 29; At 2:17, 18) e cumprido a partir da festa de Shavuot (Pentecostes), visava dois objetivos:

a) Tornar todos os discípulos poderosos porta-vozes da mensagem e;

b) Fazer com que estes israelitas soubessem cumprir os mandamentos do Eterno: "Porei em vós o Meu espírito, e farei com que saibais seguir Meus estatutos e cumprir Meus juízos." (Ez 36:27 - Bíblia Hebraica)

O Mestre foi claro ao dizer que não veio destruir a Lei e os profetas: "Não pensem que eu vim para acabar com a Lei (Torah)de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo." (Mt 5:17- BLH)

Os seguidores de Yeshua (Jesus), continuaram crendo na Lei e nos profetas: "...assim sirvo ao D-us de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na Lei e nos Profetas." (At 24:14). "...e procurava persuadi-los à fé de Jesus, tanto pela lei de Moisés como pelos profetas, desde pela manhã até à tarde." (At 28:23). "Ouvindo-o, deram eles glória a D-us e lhe disseram: Bem vês, irmão, quantas dezenas de milhares há entre os judeus que creram, e todos são zelosos da lei;" (At 21:20).

Estes textos provam que a Kehilah (Congregação) do primeiro século, formada dos israelitas naturais que abraçaram a Nova Aliança e dos gentios convertidos, não abandonou a Torah. Que os judeus que creram, não abandonaram suas festas e seus costumes judaicos ao abraçar a Yeshua! E mais, prova que o "cristianismo" de hoje segue um rumo diferente e é fruto de uma apostasia de 17 séculos, consolidada pelo imperador romano pagão Constantino e seqüenciada por Roma.

Praticamos o judaísmo do Messias Yeshua (Jesus) e Seus apóstolos, observando os ensinos da Torah, como Ele ensinou. A kehilah era judia; Yeshua e Seus apóstolos eram judeus! A religião romanizada e paganizada, nestes 17 séculos transtornou tudo, apresentando ao mundo um Messias e uma noiva totalmente desfigurados. Os sinceros do mundo "cristão" agora têm a chance de sair de Babilônia e unir-se ao povo do Eterno. Os judeus naturais encontram finalmente uma porta aberta, um lugar onde podem crer e confessar que Yeshua é o Mashiach prometido, sem ter que abandonar o seu judaísmo!

Resumo de princípios de fé - Cremos:

1. No Tanach: Composto de 39 livros, divididos em: Torah (Lei do ETERNO ou Pentateuco), Neviim (Livros dos Profetas) e Ketuvim (Demais escritores). Estudamos as parashot (porções da Torah) semanalmente e as haftarot (porções dos profetas).

2. Nos Escritos da Brit Chadashah: Compêndio de 27 livros que são um referencial da vida e obra do nosso Mestre Yeshua, seus discípulos e dos primeiros anos da Kehilah por ele instituída. Os escritos da Nova Aliança nos trazem um conjunto de cartas de caráter doutrinário e informativo que servem como um midrash do Tanach.

3. Que a Torah (Lei) não foi abolida por Yeshua e Seus apóstolos: "Não pensem que eu vim para acabar com a Lei de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo." (Mt 5:17). "Mas confesso-te que, conforme aquele Caminho, a que chamam seita, assim sirvo ao D-us de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na Lei e nos Profetas." (At 24:14). Ver Atos 21:20.

4. Num único D-us, o Pai, como confessa o "Shemah", a oração maior do povo de Israel (Jo 17:3).

5. Em Yeshua (Jesus), como o Messias: Rabino, varão judeu, nascido 100% humano, que viveu como judeu, cumpriu a Torah integralmente, frequentou o Templo, as sinagogas e que foi morto, mas ressuscitou glorificado e está à direita do Eterno. Foi mencionado por Moshê Rabenu: "O SENHOR, teu D-us, te suscitará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, semelhante a mim; a ele ouvirás." (Dt 18:15) Ver At 3:22, 23; 7:37.

6. Que Yeshua voltará: Para ocupar o trono de Davi, em Yerushalaim (Jerusalém terrena), reinar por mil anos e reconduzir a Terra ao estado edênico, o Olam Habah (Mundo Vindouro) falado pelos santos profetas.

7. Numa única Kehilah: D-us uniu judeus e gentios, que abraçaram a Nova Aliança e a Yeshua como o Mashiach, num único povo. Este povo identifica-se como Congregação Israelita da Nova Aliança, a Kehilat Elohim.

Entendemos estar vivendo os dias de Eliahu (Elias) e que Israel pode ouvir agora Eliahu HaNavi anunciando-lhe a vinda do Mashiach ben David (o Messias, Filho de Davi). Nossa Kehilah funciona nos modelos: Congregação e Sinagoga. O que difere um do outro é a ortodoxia litúrgica. Tanto o gentio recém-convertido como o judeu natural adoram ao Eterno e se sentem bem entre nós.

Os roshim (líderes) e as Congregações de todo o país são unidas em uma única instituição com governo centralizado (unimos e distribuimos os recursos de todos, para alcançar a todos e a todo o país e não apenas o grupo local, como é no chamado sistema autônomo ou congregacional).  Trabalhamos e tomamos as decisões juntos num colégiado ministerial, sob a direção de Ruach HaKodesh (o Espírito Santo).

Nota: A Congregação Israelita da Nova Aliança não se unirá a nenhum movimento religioso de origem protestante ou romana (mesmo os que tem princípios similares) e não discutirá, negociará ou fará concessões de nenhum de seus princípios ou práticas israelitas, todavia estará de braços abertos para receber aqueles que, individualmente ou em grupos, amam a nosso povo Israel e que estejam dispostos a renunciar tudo o que vem dos gentios e de Roma; que verdadeiramente querem unir forças e participar da Kehilat Elohim (Congregação de D-us) do primeiro século, a noiva judia do Mashiach Yeshua. Líderes de grupos que ingressarem na CINA, uma vez capacitados e qualificados, com certeza terão espaço para ocuparem funções ministeriais.

Informações Adicionais

Assista a nossos programas:

PROGRAMA ISRAELITA DA NOVA ALIANÇA

Domingo 15:05h - 16:30h - (Horário de Brasília) TV Executiva da Embratel  - Parabólicas analógicas

Freqüência 1220 MHz - Entre os canais 13 e 17

Transmissão de serviços ao vivo, pela internete

Videos de temas de programas de TV pela internete

Programa de Rádio: “MENSAGEIRO DO REI”

Radio Novas de Paz – Ondas curtas de 25, 31 e 49 metros – Sábados 17:00h

Radio Israelita 24 horas online pela internete:

Músicas israelitas, informações e mensagens

Internet: http://www.radioisraelita.com.br/

Publicações:


Solicite os cadernos de estudos semanais para o Shabat e os ensinos da Torah.
Solicite o Curso de Profecias (40 lições) e o estudo Reino Milenar Messiânico.
Veja no site ou solicite nossa lista de publicações.

Contribuições:

Como aplicar corretamente seus dízimos e ofertas na pregação das Boas Novas do Reino (por Radio, TV)? Envie-nos suas contribuições para uma das duas contas abaixo e evangelize o Brasil:


Bradesco:
Poupança bradesco – Agência 2037-0 – Conta 20170-7

Banco do Brasil:
Poupança – Agência 2823-1 – Conta 8911-7

 

 
 

Voltar

 

 
Congregação Israelita da Nova Aliança - Caixa Postal 1260 - Curitiba - PR - Fone (41) 3377-2422
Criado pela Porongo